O seminário foi para o Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte

“O processo é desafiador e já avançamos muito”, disse o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, na abertura, na manhã da última quinta (23), do Seminário sobre o Programa de Crédito Turístico para empresários de turismo do Vale do Ribeira, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte. “Hoje estamos aqui para facilitar esta missão, nesta luta diária do Governo do Estado com instituições financeiras parceiras. Nosso foco é a mobilização para que o crédito chegue às empresas que mais necessitam”, enfatizou Lummertz.

O titular da Pasta do Turismo afirmou que, agora, chegou a vez do Governo efetuar a oferta de crédito e orientar prefeitos, empresários, secretários e todos ligados à dimensão do turismo paulista. “Nosso atraso na agenda precisa ser recuperado, com abertura de parques temáticos, por exemplo, o que não acontece há 20 anos. Estamos certos que o Turismo, após a pandemia, vai voltar a crescer com cuidados, garantias, protocolos, pois as pessoas vão querer voltar a viajar”, explicou o Secretário.

Lummertz enfatizou a importância das Rotas Cênicas nas estradas paulistas, “pois é certo que as pessoas viajarão, em princípio, de carro e assim o caminho tem que ser tão prazeroso quanto a chegada. Tem que ser bonito. Com estas rotas, é possível trazer a iniciativa privada para as passarelas, sky walls e até mesmo para dentro de galpões com produtos da região”.

Durante uma hora e meia, profissionais da SETUR-SP e do Desenvolve-SP mostraram os Programas de crédito que atendem ao setor do turismo, como o Fundo Geral do Turismo (Fungetur), pelo Desenvolve SP e o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), pela Caixa e Banco do Brasil.

Responsável pelo programa da SETUR-SP, Eduardo Madeira explicou detalhadamente sobre o programa de crédito, enfatizando que “não há risco para emprestar para o turismo, porque é certo que a retomada virá forte e nosso trabalho é promover a facilitação entre empresas e linhas de crédito”. No entanto verificou que muitas pessoas da atividade turística, participantes do seminário, mostraram dificuldades em acessar essas linhas de crédito. Imediatamente Madeira se dispôs a orientar individualmente pelo Programa Crédito Turístico disponível dentro do site da Secretaria: www.turismo.sp.gov.br.

Em relação ao Guia de Turismo, também com muita demanda pelo crédito, Madeira afirmou que cada terá que se tornar um microempreendedor individual – MIE, “pois hoje em dia cerca de 95% são informais”, afirmou. Por fim ressaltou aos participantes do evento que procurem o Youtube, da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, para encontrar todas as orientações de crédito ao turismo. “Saibam que estamos à disposição para estas ações que, com certeza, facilitarão o retorno do trabalho envolvendo as atividades turísticas”, concluiu Madeira. O seminário também contou com a apresentação do gerente de Negócios da Desenvolve SP, Mauro Miranda, que destacou a importância da desburocratização do acesso ao crédito para empresas de pequeno porte.