Encontro online nesta quinta-feira atendeu o segmento de feiras e eventos

Hoje pela manhã (6), a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo promoveu mais um Seminário de Crédito Turístico online, desta vez exclusivo para o setor de feiras e eventos. O objetivo desses encontros é orientar os empresários e fazer a aproximação com as instituições financeiras parceiras do Governo do Estado.

Além de esclarecer dúvidas, Eduardo Madeira, responsável pelo programa da Setur/SP, lembrou a todos que no portal da Secretaria Estadual de Turismo e no site do programa de Crédito Turístico, há o Passo a Passo e o Tira Dúvidas para o acesso ao crédito. Ressaltou a importância deste setor de feiras e eventos pelo Estado paulista que mobiliza boa parte da cadeia produtiva do turismo.

Madeira disse que é evidente a necessidade dos empresários do setor, mediante a dificuldade financeira vivida nestes últimos cinco meses, desde março. “Uma das nossas missões é diminuir este impacto e facilitar o acesso ao crédito e neste período o programa da Secretaria recebeu, pelo site, mais de 2.200 solicitações de crédito no valor de R$ 600 milhões. Temos estudos e projeções de demandas que, até dezembro, girem em torno de R$ 2 bilhões”.

Com foco na mobilização para que o crédito chegue às empresas que mais necessitam, Madeira alertou que, para as tratativas de empréstimos pelo programa do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), do Ministério do Turismo, o interessado deve estar no Cadastur, sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor. No Estado de São Paulo, que detém 25% das empresas do País no Cadastur, a responsabilidade deste sistema é da Setur/SP que conta com profissionais especializados para atender esta demanda de cadastramento. O seminário contou com a participação de Mauro Miranda, gerente de Negócios do Desenvolve SP, Aline Negri, do Banco do Povo e Susi Camargo da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc).
O Programa de Crédito Turístico foi lançado em 2019 pela Setur/SP e a Desenvolve SP, com o objetivo de ajudar no desenvolvimento de destinos turísticos, com investimentos e para aquisição de bens e equipamentos. Com a crise econômica causada pelo coronavírus, o Governo do Estado mudou o foco para auxiliar no acesso a capital de giro – salários, aluguéis, fornecedores e outras despesas fixas e operacionais. Além da Setur/SP e DesenvolveSP, participam também o Banco do Brasil, a Caixa, o Banco do Povo e o Sebrae-SP.

Contato do programa: creditoturistico@turismo.sp.gov.br