Objetivo é criar metodologia de coleta e análise de dados para melhorar a oferta do estado 

O Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), vinculado à Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo (SeturSP), iniciou uma série de cursos sobre coleta e análise de dados sobre o setor. O foco são as equipes das Prefeituras.

Ministrado de maneira remota e com duração de oito horas, divididas em dois dias, são apresentados os conceitos iniciais sobre dados, estatística e pesquisas e a sua importância. Para criar uma metodologia eficiente e padronizada são detalhadas as fontes que permitem acompanhar o fluxo de visitantes e o seu impacto. Esses dados ajudarão as Prefeituras e secretaria estadual a entender esses deslocamentos, além de como ampliar ou organizar a oferta.

“O curso é importante, pois apresenta ferramentas que facilitarão a coleta e análise das informações de forma rápida e organizada”, comenta Fábio Montanheiro, coordenador do CIET. Para Vinícius Lummertz, secretário de Turismo do Estado, os treinamentos começam em um momento adequado: “Estamos no início de um ciclo de quatro anos das administrações municipais e, além disso, em muitas cidades houve uma troca das equipes. Hoje, por conta da pandemia, não devemos viajar, mas a padronização na coleta e o tratamento desses dados serão importantes para a retomada que, com a vacinação evoluindo, deverá ser forte”.

Iniciadas em 11 de março, para as cidades das regiões de Presidente Prudente, Itapeva e Marília, as aulas são a cada duas semanas nas tardes de quinta-feira (das 14h às 18h) e manhãs de sexta-feira (09h às 13h) até o final de junho. Serão oito turmas com representantes de quase 400 municípios.