Em reunião virtual, Secretaria de Turismo lançou curso de gestão de crise e convocou os dirigentes a se unirem em projeto de retomada

O estado que mais recebe turistas no País deu um passo importante para unir boa parte de seus 645 municípios em torno de uma atividade que movimenta 10% do PIB local, gera empregos e impulsiona os indicadores sociais. Em reunião virtual realizada na quarta-feira (31), com mais de 380 participantes, a Secretaria de Turismo compartilhou o andamento de projetos e ações, muitos criados para atender ao setor durante a pandemia. O objetivo é ampliar o alcance de suas iniciativas e mobilizar os líderes municipais, ainda em início de gestão.

O secretário de Turismo, Vinicius Lummertz, fez a abertura do encontro e acompanhou a equipe no detalhamento de cada projeto. Os prefeitos foram apresentados a uma cartilha com a estrutura da secretaria, seus objetivos e canais de comunicação, assim como o Plano 2030 do turismo de São Paulo, documento que presenta as diretrizes e metas paras os próximos dez anos.

A área técnica da Setur esclareceu as possibilidades de obter crédito a partir das linhas pensadas para o turismo e pleitear repasses para infraestrutura com o Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), que no ano passado liberou R$ 223 milhões para estâncias e Municípios de Interesse Turísticos (MITs).

“O nosso desejo é que os municípios se aproximem ainda mais da Secretaria e que a gente possa multiplicar os benefícios que o turismo é capaz de oferecer”, disse o secretário de Turismo. “Um município que é bom para o turista, também é bom para os seus moradores”, completou.

A pasta ainda apresentou a evolução dos projetos de rotas cênicas e turísticas, a nova legislação para distritos, a plataforma de melhores práticas, que será lançada em abril, e a implantação do conceito de politurismo, que visa tornar São Paulo um centro de tecnologia e informação do turismo, com o apoio do CIET, o Centro de Inteligência da Economia do Turismo.

No evento, também foi lançado um curso de gestão de crise para gestores e empreendedores do turismo, com conteúdo desenhado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), com o objetivo de apoiar os gestores em um cenário desafiador de pandemia.

Para a realização do encontro a Secretaria de Turismo teve o apoio da Associação Paulista de Municípios, da Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo (Aprecesp), da Associação dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo (Amitesp), do São Paulo Convention & Visitors Bureau, do Conselho de Turismo do Estado de São Paulo e do deputado Itamar Borges.